S. Tiago, Apóstolo – 25 de julho de 2020

S. Marcos 10,35-45

A paciência que Nosso Senhor tinha para com os seus discípulos directos era muito grande; apesar de fascinados pela Sua pessoa, este texto começa com a prova de como eles não percebiam com quem estavam a falar nem qual era a Sua missão. A mesma paciência tem par connosco, que somos discípulos de outra geração Hoje sabemos que o Reino de Deus a instaurar neste mundo, terá que ser construído por nós, discípulos, sem esperarmos honrarias algumas que não seja o serviço aos outros, a todos, sem excepção. É um reinado de colocar o outro com prioridade face a nós, como Jesus o fez, por cada um, e por todos, nós. Exige paciência e sofrimento por quem quer neste mundo criar reinos de poder, soberba e abundância material usando os outros, servindo-se deles.

Clara Costa Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *